Primeiro vamos considerar 3 perguntas:

O que é HTTPS?

É a sigla em inglês de Hyper Text Transfer Protocol Secure, que em português significa “Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro”, ou, em outras palavras é o HTTP original somado a um protocolo de segurança conhecido como SSL.

O que muda se tenho um HTTPS em meu site?

As comunicações feitas entre o servidor de seu site e os visitantes passam a ser feitas através de um canal "seguro", onde os dados trafegados são criptografados. Tal recurso é o ideal, por exemplo, para sites ou lojas virtuais onde o tráfego de logins, dados pessoais, dados financeiros e outros tipos de dados confidenciais ocorrem a todo o momento.

Hoje, todo tipo de site deve considerar o uso do HTTPS?

Sim, porque o protocolo HTTPS tem se tornando um padrão na internet. E a Google sabendo muito bem disso, e exatamente por isso, hoje considera os sites com HTTPS como preferenciais em sua base de dados de busca.

Qual a razão deste Comunicado?

A notícia que impactou a semana foi de que companhia Google anunciou que vai retirar a palavra "seguro" que aparece na barra de link quando você navega em sites com o protocolo SSL instalado. E qual a razão disto? A resposta da Google é:  Porque um site com protocolo HTTPS não significa necessariamente que ele é realmente seguro.

A mudança iniciará já em Setembro de 2018 com a versão 69 do Chrome.  E já na versão 70 que chega em Outubro de 2018, o navegador, não exibirá mais em vez da palavra "Seguro" em verde.  Isto pode ser considerado apenas “uma exibição diferente”  do navegador.  Mas o grande agravante será que o Chrome terá como padrão a palavra "Não é seguro" em vermelha para sites que não possuam o SSL instalado.

O que isso irá gerar de impacto para todos?

Primeiro, algumas coisas não mudam... Devemos continuar sendo criteriosos e não clicar em links desconhecidos, principalmente se forem enviados para nós por e-mail, e não devemos confiar 100% em qualquer site ainda que este possua o protocolo HTTPS/SSL.

Segundo, devemos lembrar que muitos ciber criminosos já colocam no ar domínios com o protocolo HTTPS/SSL que são verdadeiros clones de sites conhecidos e que têm a capacidade de roubar senhas e informações de usuários.

Mas, o mais importante é ficar claro que o Google ainda irá considerar os sites com protocolo HTTPS/SSL como mais "confiáveis" e estes ainda  terão um melhor posicionamento em suas buscas.

Na prática o que podemos fazer para não termos prejuízos com estas mudanças?

Segundo a Google, "os usuários devem esperar que a web seja segura por padrão", e a empresa trabalha em seu próprio dispositivo de realidade aumentada que tornará a internet mais segura. Mas a pergunta que fazemos é: Quando isto será uma realidade? Quando a internet será de fato segura "por padrão"?

Por isto, devemos nos precaver com antecedência. No momento, e enquanto não temos uma internet de fato "segura por padrão" como a Google deseja, nos resta providenciar o mais rápido possível o meio atual aceito pelas empresas e seus navegadores.  Google com o Chrome, Microsoft com Edge e Explorer, Mozila com o FireFox, Opera, Apple Safari e demais navegadores...

Que precaução é esta?

A instalação de um Certificado de Segurança SSL e consequente habilitação do HTTPS em nossos sites.

Por que isto agora é mais importante do que era antes?

Porque se o site for encontrado a partir de Outubro de 2018 sem um protocolo HTTPS ele exibirá uma tarja vermelha no navegador com a palavra "Não é seguro" e isto certamente será péssimo para o seu negócio trazendo dúvidas sobre a credibilidade do site para quem navega nele.

 

O Grupo MEB pode ajudar seus clientes.

Primeiro devemos esclarecer que nossa tabela de preços será alterada para todos os produtos em 01/06/2018 a fim de assegurar o equilíbrio financeiro devido às altas dos custos operacionais especialmente ligadas a instabilidade da moeda americana sob a qual pagamos Data Centers, licenças de software e infraestruturas de segurança, conforme previsto em nosso Termo de Uso.

Mas fique tranquilo, todos que já são cliente terão seus preços mantidos até 31/12/2018 também  conforme previsto em nosso Termo de Uso, ou seja, você não terá nenhum aumento de preços neste momento.

Segundo, esta notícia foi vinculada em diversos sites de tecnologia, o Grupo MEB não tem responsabilidade sobre a veracidade de todos os detalhes e pormenores destas informações, mas está ciente de que em se confirmando isto tais medidas virão à impactar negativamente todos os sites que não possuem um Certificado de Segurança.

O Grupo MEB trabalha com 3 tipos de certificados.

Um deles com a tecnologia SNI (Server Name Indication), onde a utilização de um IP Fixo/Dedicado pode ser dispensada, utilizando o IP compartilhado do servidor, e neste caso o preço atual de um certificado é de apenas R$ 89,90/ano.

O outro, é o certificado com IP Fixo/Dedicado lhe dá mais segurança especialmente na questão de envio e recebimento de e-mails já que o site com este recurso tem seu próprio IP e está menos sujeito a inclusões em listas negras visto que com este tipo de certificado a "reputação" de um site depende exclusivamente do cliente manter seu IP "limpo", sem envio de spams. Com este recurso adicional o custo é de R$ 279,90/ano.

O terceiro tipo é especialmente indicado para sites maiores, ou para aqueles que trabalham com e-commerce e possuem um bom retorno, nestes casos, recomendamos os Certificados com WildCard que podem ser utilizados em ilimitados subdomínios e ilimitadas quantidades de páginas.

Estes preços e mais detalhes podem ser vistos em nossa página:

https://www.oprovedor.com.br/certificados-ssl

 

Perguntas que sabemos que os clientes farão ao ler este comunicado


1) E eu não posso continuar usando o auto-SSL do cPanel© ou o Let’s Encrypt© que são oferecidos  gratuitamente pelo Grupo MEB?

Resposta:  Sim, pode, mas a nós cabe a responsabilidade de avisar sobre estas mudanças e avisar ainda que tal "cerco" da Google pode ser também uma jogada comercial junto as empresas Certificadoras que certamente sofrem grandes prejuízos com o surgimento dos certificados gratuitos.  Em resumo, não há garantias, nem foi mencionado como funcionarão estes tipos de certificados em relação às buscas no mecanismo da Google e também sobre a questão da exibição ou não da frase "Não é Seguro".  Ou seja, fica a critério de cada cliente esperar até Outubro de 2018 para ver o que ocorre.


2) Há diferença entre um certificado pago e um gratuito?

Resposta: Sim, isto sempre esteve bem explícito em nosso site, se desejar leia sobre isto em nossa página: https://www.grupomeb.com.br/certificados-ssl-gratis


3) E se eu decidir não comprar um certificado agora?

Resposta: O intuito deste comunicado é informativo, e por isto cada cliente pode ou não comprar o seu certificado agora. Como é previsto que esta medida da Google vá impactar muitos sites, fizemos questão de frisar sobre a nova tabela de preços que entrará em vigor em 01/06/2018 para que haja a oportunidade para todos que desejam adquirir este ou outros produtos o façam antes da correção de preços.


4) E se eu quiser comprar um certificado?

Resposta: Realize a compra diretamente na Central do Cliente acessando pelo botão “verde” abaixo e utilize o menu  "Serviços" - "Contratar novo Serviço" - "Certificados de Segurança" ou acesse diretamente o link: https://oprovedor.com.br/clientes/cart.php  - Basta escolher o tipo de certificado e informar o nome do site, para comprar para mais de 1 site utilize o link "Continuar Comprando"  que fica abaixo do “Resumo do Pedido”

5) Se eu precisar de mais do que 1 certificado, terei algum desconto?

Como mencionamos os preços sofrerão reajustes em 01/06/2018 e no caso dos certificados este reajuste será de cerca de 20% - Mas se você é um revendedor ou tem mais de 1 site hospedado conosco, para compras a partir de 5 certificados iguais (5 do mesmo produto) faremos um desconto de 20% sobre o preço atual para as compras realizadas até 31/05/2018 - este desconto será automático quando identificarmos 5 ou mais sites no pedido.  Enfatizamos que este desconto de 20% não poderá ser aplicado para menos do que 5 sites pois estamos repassando um desconto recebido para compras em lotes maiores.

6) Qual o prazo de instalação e formas de pagamento?

A instalação será realizada em até 72 horas após a confirmação do pagamento. Este produto só pode ser pago via Deposito/Transferência ou Boleto. Este produto, assim como o registros e transferências de domínios não pode ser pago via Cartão de Crédito.


Mais uma vez... 

  • Pedimos que não responda a este e-mail .
  • Se preciso,  abra um ticket na Central do Cliente.

 

Atenciosamente,
OProvedor Hospedagem de Sites



Friday, June 1, 2018

« Voltar